resenha / review

Blind Horse – Patagonia

 

Patagonia é o novo trabalho da banda carioca Blind Horse e foi lançado no dia 19 de Maio pela Abraxas Records em parceria com a Dinamite Recs. Aqueles mais familiarizados com a banda e que já tiveram a oportunidade de escutar o EP In the Arms of Road de 2015, sabem que a Blind Horse é uma banda que possui uma forte influência do rock setentista e trata de abordar diversos estilos em sua música.

Isso não é diferente em Patagonia, essa diversidade musical está presente e se demonstra ainda mais precisa, o curto período de dois anos trouxe um amadurecimento já esperado para a banda e o álbum é simplesmente viciante do início ao fim. E não é apenas por contar com tal diversidade que o álbum me agradou, por mais que seja um dos pontos mais interessantes do trabalho, a forma como o grupo elabora, combina e distribui essas influências ao longo do álbum é o que permite que ele siga um fluxo agradável, sem perder a energia e passando longe de se tornar repetitivo.

Quando você pega um álbum com essas características e logo no início se depara com uma faixa beirando 16 minutos de duração, você já imagina o quão poderoso o álbum pode ser. A faixa título transita muito bem pela diversidade musical da Blind Horse e tem um pouco de tudo o que ela poderia oferecer. Sejam passagens repletas de intensidade, ritmos cadenciados, momentos de uma suavidade e calma singulares, riffs e solos furiosos, vocais cativantes… e suspeito que ainda não citei metade do “cardápio” que ela entrega. Algo similar ao que acontece em “Soul Locomotive”, outra faixa extensa (quase 11 minutos de duração) em que a banda abraça suas influências do Blues Rock, Psicodélico e Prog Rock, criando aquela que na minha opinião é a mais deslumbrante e cativante de todo o álbum. E para aqueles que gostam de algo mais direto ao ponto e que transborda ritmos contagiantes, temos “Rock and Roll Me” e “Noite Estranha” (que foi o primeiro single do álbum).

Diferente de outras bandas que também encontram no rock setentista sua fonte de inspiração, a Blind Horse consegue entregar em Patagonia um álbum que além de possuir qualidades inegáveis, também apresenta uma forte identidade musical que o grupo vai construindo à cada trabalho. Mais um grande lançamento nacional!

 

Tracklist:
01 – Patagonia (15:51)
02 – Stun Bomb Blues (0:28)
03 – Rock and Roll Me (4:48)
04 – Noite Estranha (6:35)
05 – Soul Locomotive (10:54)
06 – Los Heraldos Negros (1:28)

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s