resenha / review

BURROWS – CIMMERIAN CIRCUIT

À margem dos principais lançamentos, sempre existem aqueles que passam despercebidos ou que não atraem tanto o interesse do público, mas que acabam sendo descobertos por alguns curiosos. Foi dessa forma que conheci a banda americana Burrows, na época o grupo havia lançado o EP Mar e tive uma boa experiência com ele. A banda executa uma sonoridade pesada e recheada de groove que busca influências no Sludge feito por bandas como os titãs Crowbar e bandas da cena Hardcore / Post-Hardcore.

Por ser um tipo de sonoridade com a qual me identifico e pela boa impressão causada no primeiro contato, era natural que eu ficasse atento às novidades vindas da Burrows. E assim chega o recém lançado Cimmerian Circuit, entregue ao público no dia 12 de Janeiro via Dullest Records.

Formado por seis faixas que totalizam quase 24 minutos de duração, Cimmerian Circuit vem como uma sequência natural na discografia do grupo. A produção mais limpa que a do seu antecessor reforça o instrumental incisivo e que sempre preza pela objetividade. O grupo desencadeia ritmos agressivos e pesados, não cedendo pausas que quebrem o fluxo das faixas, como demonstrado na “Memorandum” e “Bloodgrove”. Esse é um tipo de abordagem que me agrada e pelo fato do EP possuir uma curta duração, não se torna algo enjoativo ou que passe a sensação de não estar indo à lugar algum.

Mas é justamente quando a banda tenta explorar algo “diferente” em sua dinâmica, que ela consegue revelar seus momentos mais interessantes. Os synths presentes no início da “Birth of Cinder” em combinação com o ritmo mais arrastado e menos abrasivo, dão um diferencial que eu gostaria de ver com mais frequência nos trabalhos da banda, ou mesmo a sequência final da “Hunter’s Light”, onde a banda caminha pelo lado mais atmosférico, beirando o Post-Metal.

Não me entendam errado, Cimmerian Circuit cumpre seu papel como um bom disco dentro daquilo que propõe, mas para mim, se a banda explorasse mais alguns aspectos que passam brevemente em determinados momentos do álbum, o resultado poderia ser mais impactante… mas isso é apenas meu gosto pessoal falando mais alto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s