resenha / review

BLOODMOON – SUPERVOID TRINITY

blood

Eu imagino que álbuns que contenham apenas uma única e extensa faixa não sejam uma novidade para vocês, pois ao longo dos anos tivemos uma série de bandas optando por tal contexto. Do clássico Dopesmoker do Sleep, passando por bandas como Boris, Corrupted, e mais recentemente, Inter Arma e Bell Witch. É algo que particularmente me interessa e que rendem boas experiências se a banda em questão conseguir aliar uma composição forte e preencher a faixa com nuances necessárias para que você não fique exausto ou mesmo sem vontade de prosseguir.

A banda americana Bloodmoon é mais uma que entra para esse grupo. Em seu segundo álbum de estúdio intitulado Supervoid Trinity, a banda entrega uma faixa grandiosa de 45 minutos. É verdade que no release digital você tem a opção de encontrar a faixa dividida em três partes ou escuta-lá na forma completa, e independente da sua escolha a sensação será a mesma, pois as faixas são apresentadas em uma forma contínua sem cortes abruptos.

Em relação à sonoridade, Suporvoid Trinity tem um processo que eu não colocaria como imediato. A construção da faixa segue padrões mais progressivos e aos poucos vai explorando os elementos do Doom Metal, Sludge e metal extremo, com a sobreposição e contraste de estilos sendo explorada de duas formas bem definidas. De um lado temos passagens candenciadas com arranjos mínimos no instrumental e vocais atuando na forma de cânticos, criando uma espécia de mantra sombrio com leves toques de psicodelismo. Do outro, temos espamos agressivos onde o instrumental pesado e berros ásperos elevam a sensação de loucura e angústia reproduzida pela atmosfera do disco. E embora ambos os momentos sejam construídos de forma calculada e apresentem característcas que me agradaram, em alguns momentos eu achei que o álbum se arrastou demais em algumas dessas transições. Mas isso é mais uma questão de gosto pessoal, imagino que para alguns isso não vá causar nenhum tipo de problema em relação à execução o disco.

Se você estiver à procura de um álbum imediato e que vá jogar tudo o que tem à oferecer logo no começo, você provavelmente vai se sentir um pouco deslocado com o álbum. Caso esse não seja o seu caso, há muitos aspectos positivos no Supervoid Trinity, principalmente se você aprecia essas variáveis do Doom Metal que exploram linhas progressivas e vertentes extremas do Metal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s