Thou – The House Primordial

A banda americana Thou pegou os seus seguidores de surpresa na última semana ao lançar seu mais novo EP The House Primordial. Por mais que normalmente haja de forma silenciosa nas redes sociais e já habituada à não dar maiores avisos ou prévias de seus lançamentos, o EP não deixou de ser um dos temas mais comentados da semana.

Inicialmente planejado como o primeiro de uma série de EP’s que antecederão o próximo álbum de estúdio da banda, The House Primordial foge um pouco da linha principal da banda, apresentando uma abordagem mais experimental em relação aos outros lançamentos dela e possuindo mais semelhanças com seus álbuns colaborativos com a The Body.

Não se preocupe, aquela velha e apreciada avalanche sonora corrosiva do grupo pode ser sentida ao longo do EP, principalmente através das faixas ‘Diaphanous Shift’ e ‘Psychic Dominance’, mas diferente do habitual há mais elementos da música ambient e noise. As faixas são mais curtas do que o normal, mas isso não é um fato inédito para aqueles que já se aventuraram pela discografia da banda, mas a ausência daquelas longas e grandiosas faixas que fizeram de álbuns como o Tyrant e Heathen terem aquela atmosfera deteriorante, imersiva e gradualmente devastadora dá ao EP uma sensação diferente.

E particularmente, eu adorei essa nova direção que a banda seguiu no EP. Ele é absurdamente pesado, sujo e barulhento, mas não é algo que você esperaria da banda ou que siga uma lógica mais óbvia. É interessante como o disco flui atrvés de instrumentais numa linha experimental/noise/ambient, com faixas em que esses elementos se juntam à abordagem principal do grupo e os vocais insanos do Bryan Funck. Isso pode quebrar um pouco do clima para aqueles que preferem algo mais fluido, mas combina muito bem com a ideia do EP em si e com o tipo de som, que ao que tudo indica, pode ser recorrente nos próximos lançamentos da banda.

Mesmo não sendo um dos pontos mais altos de sua discografia, The House Primordial apresenta uma Thou mais indigesta e barulhenta do que o normal e que provavelmente deixará os fãs da banda ansiosos por seus próximos lançamentos.

a2323099041_16

Tracklist:

01 – Wisdom in the Open Air
02 – Premonition
03 – The Sword Without a Hilt
04 – Diaphanous Shift
05 – Corruption and Mortal Trauma
06 – Psychic Dominance
07 – Prideful Dementia and Impulsive Mayhem
08 – Occulting Light
09 – Birthright
10 – Malignant Horror

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s